domingo, 26 de março de 2017

Vídeo completo da prova Dopamina Endurance 1° Etapa do Campeonato Brasileiro e Gaúcho


Veja o vídeo:

Endurance: Vitória de Tiel de Andrade e Franco Pasquale foi decidida nas voltas finais

A 1ª etapa do Campeonato Brasileiro e Gaúcho teve final eletrizante em Tarumã!




Um início promissor, com uma 1ª etapa eletrizante, foi assim, que iniciou o Campeonato Brasileiro e Gaúcho de Endurance - DOPAMINA, neste sábado (25), em Tarumã (RS), com a prova Três Horas de Tarumã. Com um grid de 29 carros, divididos em sete categorias, e uma briga acirrada pelas primeiras posições até as voltas finais, conquistou a vitória a dupla Tiel de Andrade e Franco Pasquale, com o Tubarão #05.


 a liderança nas voltas finais, com o Porsche #20 na segunda colocação, seguido pela Lamborghini #31, dos paulistas Marcello Sant’Anna e William Freire, da DOPAMINA Racing. 

A prova foi marcada por várias intervenções do safety car, mudanças climáticas, que mudaram o cenário da corrida, e vários fortes candidatos à vitória na prova ficaram pelo caminho. Entre eles: o pole position AJR #28, de Juliano Moro e Cristiano Almeida, que correram pela primeira vez com o modelo da Metalmoro.

"Que corrida! Que vitória! Simplesmente sensacional. Começando o ano com o pé direito e liderando o Campeonato Gaúcho e Brasileiro. Só tenho a agradecer ao Tiel de Andrade, que fez a ultrapassagem no fim da corrida que rendeu a vitória. Equipe MC Tubarão foi demais, sem palavras. Carro e trabalho de equipe perfeitos", comemorou Pasquale.

A próxima etapa da categoria acontece em Guaporé, no dia 29 de abril, com etapa válida pelo Campeonato Gaúcho de Endurance

Vencedores por categoria:
GP1 . Tiel Andrade e Franco Pasquale - Tubarão #05
"Foi muito emocionante. Foi uma ultrapassagem na hora certa e estamos muito felizes, com todo o trabalho da equipe. Foi muito disputada desde a largada. Batalhamos muito por isso". - Tiel de Andrade


P2. Mauro Kern e Paulo Sousa - Tubarão #32
"A mudança climática foi um fator a mais que tivemos que administrar. Foi muito bom. Começamos o ano bem". - Paulo Sousa


P3. Julio Martini e Marcelo Vianna - Tubarão #69
"Uma corrida muito difícil, principalmente, por causa da mudança de tempo, que complicou muito e deixou a pista bem suja, mas é muito bom começar o ano com vitória". - Julio Martini


Categoria GT1: Ricardo Mendes, Carlos Kray e Telmo Tecchio - Ferrari #155
"Fomos felizes na estratégia e endurance é endurance. Melhor de tudo é que conseguimos ganhar a corrida". - Carlos Kray


Categoria GT2:Arthur Caleffi e Eduardo Fuentes - Maserati #09
"Estou retornando as competições neste ano e gostei muito do que vi. Conquistar uma vitória já na estreia é gratificante". - Eduardo Fuentes

Os 10 primeiros colocados da prova:
1º. Franco Pasquale/Tiel de Andrade - Tubarão #05
2º. Marcel Visconde/Ricardo Maurício - Porsche #20
3º. Marcello Sant’Anna/William Freire
4º. Mauro Kern/Paulo Sousa - Tubarão #32
5º. Eduardo Dieter/Francesco Ventre - MR18 #110
6º. Daniel Claudino/Ian Jepsen Ely - MCR #71
7º. Marcelo Vianna/Julio Martini - Tubarão #69
8º. Henrique Assunção/Fernando Onashi - MRX #75
9º. Luiz Carlos Crestani - Tornado #03
10º. Walter Konrad/Igor Eberle - Spyder #02
Melhor volta da corrida: Franco Pasquale e Tiel de Andrade - 1:01:642 na 127ª volta. 



sexta-feira, 24 de março de 2017

Fotos do Paolo Reis do novo Proto AJR da Metalmoro que estréia amanhã na Dopamina Endurance!






Pinturas do Ricardo Barcellos de domingo passado!




























Franco Pasquale/Tiel Andrade iniciam a disputa pelo bicampeonato neste sábado


Buscar o segundo título consecutivo da classe GP1 no Campeonato Gaúcho de Endurance: este é o objetivo da dupla Franco Pasquale/Tiel Andrade para esta temporada, que começa no próximo sábado, em Tarumã.

Após uma temporada em que comquistaram o título de Campeão Gaúcho de Endurance GP1 com o MC Tubarão IX Duratec Turbo em 2016 e que, nem por isto teve poucas disputas, a equipe prevê uma temporada ainda mais difícil, com corridas mais disputadas, devido à chegada de novos modelos de protótipos e de pilotos de nível nacional que competirão em 2017.
E para buscar a perfeição no seu protótipo, a equipe MC Tubarão efetuou sua completa desmontagem na pré-temporada, passando por uma revisão completa com a troca dos componentes necessários. Na última terça, na sede da equipe, foi feita a apresentação dos carros para a temporada 2017, quando Franco Pasquale disse o que espera desta temporada: "Neste ano a categoria estará ainda mais fantástica, teremos 15 carros na classe GP1 na primeira etapa, com excelentes pilotos como adversários. Será uma prova com média horária rápida, pois teremos poucos carros de turismo, deveremos ter três horas de disputas intensas pela ponta, com tempos de volta baixos. Vamos encarar este desafio.", disse o piloto.
Para Franco, será, também, a oportunidade de buscar o tricampeonato no Gaúcho de Endurance, pois em 2015 sagrou-se campeão pela classe P3 (protótipos aspirados) correndo com o protótipo Tubarão VIII, triunfando no ano seguinte na classe GP1 em dupla com Tiel a bordo do modelo Tubarão IX.
Neste ano, o campeonato passou a chamar-se "Dopamina Endurance", após a marca de energéticos Dopamina Mindfull Drink adquirir os naming rights, e terá transmissão ao vivo na internet pelo site endurancebrasil.com, e compacto com uma hora de duração no domingo seguinte às etapas, no canal por assinatura Band Sports.
A programação começa na sexta (24) com os treinos livres. No sábado o treino classificatório acontece a partir das 10h30min, e a largada para a prova de 3 Horas de duração será às 14h55min. Os ingressos podem ser adquiridos diretamente na bilheteria do autódromo, e custam R$ 20 (arquibancada) e R$ 30 (acesso aos boxes).
A equipe tem o patrocínio de Moinho Vacaria, Leal Construções, Noko Química, Eurobike, Yokohama, Atout.
Texto/fotos: Niltão Amaral

Satti Racing vai em busca do título da classe GP1 com Ian Ely/Daniel Claudino



Buscar o título de Campeão Gaúcho e Brasileiro de Endurance, após conquistar o vice em 2016. Este é o foco da equipe Satti Racing para a temporada 2017, com o MCR #71 Turbo.
Em 2016, os pilotos Ian Ely e Daniel Claudino, apesar de estreantes no automobilismo, surpreenderam com o desempenho e sagraram-se vice-campeões da classe GP1, a mais rápida da competição. O carro também era novidade para a equipe, recém adquirido da equipe Hoerlle, mas a adptação de todos foi rápida e os resultados apareceram.
Durante a pré-temporada, o protótipo foi totalmente desmontado "parafuso por parafuso" e passou por uma revisão completa. Foram feitas algumas melhorias, e estão previstas novas implementações que deverão ser feitas durante a temporada. A equipe realizou treinos nesta semana para verificar se tudo está em ordem após a remontagem para a estréia, e também para acerto de suspensão.
Uma novidade é a nova pintura do carro, que é uma homenagem ao piloto Ronaldo Ely, pai de Ian, relembrando a pintura do seu carro de Fórmula 2, com o qual sagrou-se campeão no ano de 1982.
Daniel Claudino fala sobre a expectativa para o ano: "Para o início, enquanto não fizermos as melhorias mais importantes no carro, principalmente de câmbio, vamos tentar ser constantes e ficar sempre na zona de pontuação. Este ano o campeonato estará muito difícil, e será uma oportunidade ímpar de estar correndo com muita gente, pois deveremos ter doze carros na nossa classe (GP1). Nosso treino foi bom, o carro está igual ao que andamos nas 12 Horas."
Ian Ely também ressalta a grande euforia com o campeonato deste ano, e a perspectiva de desenvolvimento do carro durante o ano: "A expectativa é muito boa! Estamos fazendo melhorias no carro, porém infelizmente só vamos estar com 100% talvez na terceira ou quarta prova do campeonato. Vamos tentar ser mais consistentes durante o ano, e pra isso desmontamos cada parafuso do carro, visto que o campeonato deverá ter seu nível mais elevado em relação ao ano passado, então continuamos nos aprimorando".
Já o chefe de equipe, Eduardo "Sattinho" fala sobre o carro: "O shake down foi bom, depois de toda a reforma está tudo ok, agora vamos passar para testes efetivos para a temporada. estamos ansiosos para corrida, nossas expectativas sao modestas neste início, pois sabemos que nosso equipamento é bastante inferior aos concorrentes, mas para o meio da temporada, quando chegar nosso câmbio, poderemos fazer melhoras mais significativas", disse Satti.
Neste ano, o campeonato passou a chamar-se "Dopamina Endurance", após a marca de energéticos Dopamina Mindful Drink adquirir os naming rights, e terá transmissão ao vivo na internet pelo site endurancebrasil.com, e compacto com uma hora de duração no domingo seguinte às etapas, no canal por assinatura Band Sports.
A programação começa na sexta (24) com os treinos livres. No sábado o treino classificatório acontece a partir das 10h30min, e a largada para a prova de 3 Horas de duração será às 14h55min. Os ingressos podem ser adquiridos diretamente na bilheteria do autódromo, e custam R$ 20 (arquibancada) e R$ 30 (acesso aos boxes).
A equipe tem o patrocínio de Cereais Bocchi, Prathauto e Satti Soldas.
Texto/fotos MCR: Niltão Amaral

A arte da velocidade de Roberto Muccillo Torino


Imagens de ontem em Tarumã